• HOME
  • >
  • Comissão Própria de Avaliação (CPA)

Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo!






Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo!




24/08/2017

Comissão Própria de Avaliação (CPA)

CPA | FACULDADE DA INDÚSTRIA SENAI

O que é a CPA?

A Comissão Própria de Avaliação (CPA), prevista no Art. 11 da Lei no 10.861, de
14 de abril de 2004, instituiu no Brasil o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior ? Sinaes, na qual as instituições de ensino superior devem constituir sua Comissão Própria de Avaliação, por ato do dirigente máximo da instituição, ou por previsão do próprio estatuto ou regimento.

A CPA da Faculdade de Tecnologia do Senai tem como objetivo promover um processo de autoavaliação e autocrítica da instituição, visando à garantia da qualidade de sua ação em sintonia com sua missão e a prestação de contas com as demandas da sociedade, do mercado e da ciência, sempre com foco na melhoria da qualidade dos seus serviços e busca por melhores resultados da instituição. Esta avaliação é composta por professores, funcionários, alunos e representante da comunidade. 

Fazem parte das atribuições da CPA:

  • Zelar pelo cumprimento do regulamento e demais normas internas da Faculdade;
  • Sensibilizar a comunidade acadêmica para os processos de avaliação institucional;
  • Elaborar o Plano de Autoavaliação Institucional, aplicar e divulgar seus resultados;
  • Acompanhar permanentemente e avaliar anualmente o Plano de Autoavaliação Institucional e o instrumento de autoavaliação institucional e divulgar suas atividades.

Confira abaixo os Regulamentos do CPA de cada cidade:

CPA Cascavel    CPA Curitiba - CIC   CPA Curitiba - Jardim Botânico
CPA Londrina    CPA Maringá   CPA Telêmaco Borba 
CPA Toledo              

Confira abaixo os Relatórios do CPA de cada cidade:

CPA Cascavel    CPA Curitiba - CIC   CPA Curitiba - Jardim Botânico
CPA Londrina    CPA Maringá   CPA Telêmaco Borba 
CPA Toledo              

REPRESENTANTES

A CPA mantém um canal aberto com a comunidade e seus alunos de modo a ouvir a respeito de reclamações e sugestões de melhoria. Para entrar em contato, confira os nomes dos membros em cada uma das Faculdades.

FACULDADE

SENAI-MARINGÁ

SENAI-TELÊMACO BORBA

SENAI-TOLEDO

SENAI-CASCAVEL

SENAI-CURITIBA

SENAI-CIC

SENAI-LONDRINA

COORDENADOR CPA

Regiani Gioconda Aparecida Paio

Rosiane Teixeira da Silva

Ana Maria Battisti

Mauro Buss

 Cristiane Mendes da Silva

Alessandra Diana Luz Zilli

 Adriana Gisele L. Carvalho

REPRESENTANTE DOCENTE

Renata Menoci Gonçalves

Paulo Roberto Martins

Ana Maria Battisti

Mauro Buss

 Daniela Gomes Nogueira

Jesiel Costa Brito

Adriana Gisele L. Carvalho.

Maria Luise Kluger Tonin de Campos

Eduardo Michailu Mendes

Juliane Tramontin Bieger

Douglas Guedes Batista Torres

 Marcos José Taborda

Claudemir Gomes

 Flávio Antunes

Shandy Alexandra Morassi Francisco*

Mario Kossar Junior

Thiago Savi Colombo*

Waldir Mariano Machado Junior *

 * Rafael Carvalho Machado

Alisson Stadler

Willian Bispo*

REPRESENTANTE SOCIEDADE CIVIL

Nivaldo Demori

Josemir Zanetti

Guilherme Francisco Endler

Emanuel Biasi Anzerena

Emanuel Ribeiro de Oliveira

Fábio Silveira

 Eng. Jilo Yamazaki

Ricardo Wagner Teixeira

Valdir Silva

Juliana Gabriela Buchs

Eduardo José Vasconcelos

Camila L. de Oliveira

Jeniffer Santos

Prof. André Luis da Silva.

Enéias Rodrigues de Oliveira*

Flavio Piechnicki

Sergio Ricardo Rambo*

 

 * Fabian Hector Artico

José Amilton

Prof(a). Denise Bras Proença*

REPRESENTANTE TEC ADM

Fernanda Calaresi De Souza

Rosiane Teixeira da Silva

Ronisce Patzlaff Rohloff

Tatiane Pianezzola Lucas

 Cristiane Mendes da Silva

Fernanda Hartman

 Andressa B. Hoffmann

Regiani Gioconda Aparecida Paio

Fernanda Lopes Pitta 

Angela Bucalão Comin

Valdenice Filipake Pabis

 Mirian Soares Vieira

Indalecio de Oliveira

Victor Hugo M. Vieira

Helen Camila da Silva*

Jose Luis Lino Andrioni

Sheilla Grasiele Maciel*

Talita Massaneiro Pertile *

 * Ronni Peterson Chiquitti

Rosiane Freitas Silva *

REPRESENTANTE DISCENTE

Fernando Duran Canedo

Vinicius Jangada

Sheila Andrea Flores Farias

Hérico William Dalla Costa

 Karem Morigi

Juciliane Camargo

 Alefe Bativa Hoffmann

Ivan Luiz Haberman

Emily Geovana Gonçalves

Danieli Cristina Cartapatti

Marcos Fábio Gambetta

 Diego Dias Batista

Karin Ramos

João Carlos Vieira

Ricardo Yamao*

Eliane Aparecida de Oliveira

Tatiane Blanger Sperb*

Lucas Pierino Rizzoli *

 * Amanda Calixto de Castro

Alexandre L. Polo*

PERÍODO DE VIGÊNCIA

 Set/2015 a set/2017

07/04/2015 a 07/04/2017

Fev/ 2016 a mar/2017

Abr/ 2015 a Abr/2017

05/2015 ? 05/2017

2017-2019

15/16

 

CPA | FACULDADE DA INDÚSTRIA IEL

A avaliação é um dos meios de recondução e revisão de planos, estratégias e ações mais eficazes que se dispõe. No contexto acadêmico, deve englobar todos os sujeitos envolvidos no processo, impulsionando o avanço da Instituição de ensino superior em direção à qualidade, considerando as diversas aspirações e expectativas do grupo social interno e externo.

Cabe fazer destaque a este modelo de avaliação aplicado às instituições de ensino superior chama-se Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior ? SINAES ?, instituído pela Lei n° 10.861, de 14 de abril de 2004, fundamenta-se na promoção da melhoria da qualidade da educação superior, na orientação da expansão de sua oferta e no aumento permanente da sua eficácia institucional, da efetividade acadêmica e social e, sobretudo, do aprofundamento dos compromissos e responsabilidades sociais.

O SINAES integra três modalidades principais de instrumentos de avaliação, aplicados em diferentes momentos:

(1) Avaliação das Instituições de Educação Superior ? AVALIES ? é o centro de referência e articulação do sistema de avaliação que se desenvolve em duas etapas principais:

  • Auto-avaliação ? coordenada pela Comissão Própria de Avaliação ? CPA ? de cada instituição de ensino superior, a partir de 1° de setembro de 2004; 
  • Avaliação externa ? realizada por comissões designadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira ? INEP ?, segundo diretrizes estabelecidas pela Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior ? CONAES.

(2) Avaliação dos Cursos de Graduação ? ACG ? avalia os cursos de graduação por meio de instrumentos e procedimentos que incluem visitas in loco de comissões externas. A periodicidade desta avaliação depende diretamente do processo de reconhecimento e renovação de reconhecimento a que os cursos estão sujeitos.

(3) Avaliação do Desempenho dos Estudantes ? ENADE ? aplica-se aos estudantes do final do primeiro e do último ano do curso, estando prevista a utilização de procedimentos amostrais. Anualmente, o Ministro da Educação, com base em indicação da CONAES, definirá as áreas que participarão do ENADE.

A Faculdade da Indústria ? IEL, antiga Faculdade Metropolitana de Curitiba ? FAMEC, para organizar o início do seu processo de avaliação institucional, levou em consideração a legislação do SINAES, Lei n°10.861, de 14 de abril de 2004 e a experiência dos docentes e técnicos administrativos, tendo por pressuposto a característica processual e evolutiva daavaliação contínua. As avaliações institucionais da presente IES iniciaram-se no ano de 2008. Para elaborar tais avaliações foi criada a Comissão Própria de Avaliação (CPA).

 A CPA é uma comissão autônoma, destinada a conduzir os processos de autoavaliação institucional da Faculdade da Indústria ? IEL e responsável em propor ações de melhorias com o objetivo de aprimorar a qualidade de ensino e infraestrutura para os cursos de graduação e pós-graduação da Faculdade da Indústria ? IEL.

 A CPA da Faculdade da Indústria ? IEL tem as seguintes atribuições:

I - Elaborar, aplicar e supervisionar os processos de avaliação interna da Faculdade da Indústria ? IEL;

II - Executar as atividades de avaliação devendo contemplar a análise global e integrada do conjunto de dimensões, estruturas, relações, compromisso social, atividades, finalidades e responsabilidades sociais da instituição de educação superior;

III - Sistematizar e prestar as informações solicitadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira ? INEP, no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior ? SINAES, observadas as normas regulamentadoras.

Estratégia da CPA/ Faculdade da Indústria - IEL

O caminho escolhido, a priori, para o sucesso da CPA, é o da liberdade para ação, acreditando plenamente na capacidade dos membros da comissão e demais envolvidos. 
Ao mesmo tempo em que se ganha o livre-arbítrio, maior se torna a responsabilidade. Por isso, deve-se também aumentar a vigilância sobre os atos de tal organismo, que, apesar de independente, não poderá exorbitar as suas funções sob qualquer alegação.

Comissão Própria de Avaliação ? Gestão 2017-2019 - Faculdade da Indústria IEL ? São José dos Pinhais

Sra. Dariane Cristina Catapan ? Docente - Coordenadora 
Sra. Karyn Cristine Cavalheiro - Docente 
Sra. Venina Prates - Docente
Sra. Priscila Firme Reichter Alves - Técnico Administrativo 
Sr. Saimon Chcrobut - Técnico Administrativo 
Sra. Talita Dala Pola - Técnico Administrativo 
Sr. Nathan Nascimento Augusto da Silva - Discente (membro titular)
Sra. Ana Karoline Mourão Vale - Discente (membro titular)
Sr. Douglas Lucas ? Discente (membro suplente)
Sra. Sandra Keiko Ikoma Yoshikawa - Comunidade Externa 
Sr. Paulo Sérgio Bueno - Comunidade Externa 

Comissão Própria de Avaliação ? Gestão 2017-2019 - Faculdade da Indústria IEL ? Curitiba 
Sra. Dariane Cristina Catapan ? Docente - Coordenadora 
Sr. João Carlos Adalberto Zolandeck - Docente 
Sra. Maria de Lourdes Domingues - Docente
Sra. Marli Morais dos Reis - Técnico Administrativo 
Sra. Edna Luiza Percegona - Técnico Administrativo 
Sra. Nathaly Mendes - Discente 
Sr. Diego Eduardo de Lima - Discente 
Sr. Ruy Altamir da Cruz Neto - Discente
Sr. Marcos Dybas - Comunidade Externa


Dúvidas, sugestões, elogios e/ou críticas envie um email para: cpa@ielpr.org.br






DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os seguintes erros foram encontrados:








    1. Os sites do Sistema Fiep incentivam a prática do debate responsável. São abertos a todo tipo de opinião. Mas não aceitam ofensas. Serão deletados comentários contendo insulto, difamação ou manifestações de ódio e preconceito;
    2. São um espaço para troca de ideias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua. Não serão tolerados ataques pessoais, ameaças, exposição da privacidade alheia, perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento;
    3. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado; informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos;
    4. Defendemos discussões transparentes, mas os sites do Sistema Fiep não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
    5. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de ideias.